quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Em votação relâmpago, deputados aprovam auxílio-moradia no 2º turno


Trinta e seis dos 77 parlamentares votaram a favor do benefício.
Abstenções e faltas somaram 20; 22 deputados votaram pelo não.

Em sessão com cerca de 20 minutos, os deputados da Assembleia Legislativa de Minas Gerais  (ALMG) aprovaram em 2º turno, na tarde desta terça-feira (10), o projeto que garante a extensão do pagamento do auxílio-moradia para todos os parlamentares, inclusive para os que moram na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
Na legislatura passada, o auxílio-moradia havia sido cortado dos deputados que possuem imóveis na região metropolitana. Dos 77 deputados, 23 recebiam.
Na sessão desta tarde, 36 deputados votaram pela extensão do benefício; 22 votaram contra; 11 se abstiveram e 9 não registraram presença.
A Assembleia havia informado que 21 parlamentares votaram "não", mas segundo a assessoria de imprensa, o deputado Noraldino Junior (PSC), cuja a opção, a princípio, não havia sido computada, deu uma "declaração de voto". Ainda de acordo com a assessoria, isso acontece quando o parlamentar tem algum problema no momento do registro. Noraldino declarou ser contra a medida.
O texto ainda inclui verba indenizatória – que custeia as despesas dos gabinetes – de R$ 20 mil, inclusive para deputados que estão licenciados, como, por exemplo, para os que vão ocupar cargos de secretários.
Os políticos recebem, hoje, um salário liquido de R$ 17.165,33, fora os “penduricalhos”. Agora, todos eles passam a receber mais R$ 2.850 como auxílio-moradia.
O deputado Iran Barbosa (PMDB) foi um dos 36 parlamentares que votaram a favor do auxílio-moradia. Apesar de ter votado pela volta da medida, ele alegou ter renunciado ao benefício por ser morador de Belo Horizonte. Ao defender o voto, o deputado disse que a atitude faz parte de uma “costura política” já que espera contar com os colegas para aprovação de CPI’s que quer colocar em prática na Casa.
"Eu acho que eu não tenho direito de receber sendo morador de Belo Horizonte, mas eu não posso impor isso sobre o deputado de outra pessoa, o eleitor de outra pessoa. E depois, na hora que eu tiver uma CPI  e ele assinar e vier alguém pra pedir pra ele tirar a assinatura, eu vou virar e falar assim ‘agora aguenta a pressão’", argumentou.
Entre os 22 parlamentares que votaram contra o benefício está a deputada Marília Campos (PT), que já havia sido contra a proposta no primeiro turno. Para a parlamentar, a volta do auxílio-moradia distancia o eleitor da Assembleia Legislativa.
“No momento em que a gente vive uma situação no país onde a palavra de ordem é economia, você aumentar os gastos, você retroceder em avanços que a Assembleia promoveu em relação a privilégios que tinha nessa casa, eu acho um erro", defendeu.
Histórico
Até dezembro de 2013, o auxílio-moradia era pago a todos os deputados estaduais da Assembleia Legislativa. Com a retirada do “penduricalho”, votada naquele mês, apenas os parlamentares que não possuíam imóveis na Região Metropolitana de Belo Horizonte poderiam receber a verba.

Um comentário:

  1. O povo mineiro não votou para eleger esses deputados para aprovarem rapidinho benefícios para eles.

    ResponderExcluir

Siga-me por Email

Lições de vida

Cada dia em nossas vidas nos ensina lições que muitas vezes nem percebemos.
Desde o nosso primeiro piscar de olhos, desde cada momento em que a fome bate, desde cada palavra que falamos.
Passamos por inúmeras situações, na maioria delas somos protegidos, até que um dia a gente cresce e começamos a enfrentar o mundo sozinhos.
Escolher a profissão, ingressar numa faculdade, conseguir um emprego...Essas são tarefas que nem todos suportam com um sorriso no rosto ou nem todos fazem por vontade própria.
Cada um tem suas condições de vida e cada qual será recompensado pelo esforço, que não é em vão.Às vezes acontecem coisas que a gente nem acredita.
Às vezes, dá tudo, tudo errado!Você pensa que escolheu a profissão errada, que você mão consegue sair do lugar, ás vezes você sente que o mundo todo virou as costas...Parece que você caiu e não consegue levantar...Está a ponto de perder o ar...Talvez você descubra que quem dizia ser seu amigo, nunca foi seu amigo de verdade e talvez você passe a vida inteira tentando descobrir quem são seus inimigos e nunca chegue a uma conclusão.
Mas nem tudo pode dar errado ao mesmo tempo, desde que você não queira.E aí... Você pode mudar a sua vida!Se tiver vontade de jogar tudo pro alto, pense bem nas conseqüências, mas pense no bem que isso poderá proporcionar.Não procure a pessoa certa, porque no momento certo aparecerá.Você não pode procurar um amigo de verdade ou um amor como procura roupas de marca no shopping e nem mesmo encontra as qualidades que deseja como encontra nas cores e tecidos ou nas capas dos livros.Olhe menos para as vitrines, mas tente conhecer de perto o que está sendo exibido.
Eu poderia estar falando de moda, de surf, de tecnologia ou cultura, mas hoje, escolhi falar sobre a vida!Encontre um sentido para a sua vida, desde que você saiba guiá-la com sabedoria.Não deixe tudo nas mãos do destino, você nem sabe se o destino realmente existe...Faça acontecer e não espere que alguém resolva os seus problemas, nem fuja deles.Encare-os de frente. Aceite ajuda apenas de quem quer o seu bem, pois embora não possam resolver os seus problemas, quem quer o seu bem te dará toda a força necessária pra que você possa suportar e...Confie!
Entenda que a vida é bela, mas nem tanto...Mas você deve estar bem consigo mesmo pra que possa estar bem com a vida.Costumam dizer por aí que quem espera sempre alcança, mas percebi que quem alcança é quem corre atrás...Não importa a tua idade, nem o tamanho de seu sonho...A sua vida está em suas próprias mãos e só você sabe o que fazer com ela...Autor ( Lilian Roque de Oliveira )


twitter

Mapa