sábado, 5 de dezembro de 2015

Como Deus encara a guerra?


Qual seria a sua resposta? Muitos acham que Deus aprova a guerra. Argumentam que no passado ele mandou alguns de seus adoradores travarem guerras, algo que a Bíblia registra. Mas outros dizem que Jesus, o Filho de Deus, ensinou seus seguidores a amar os inimigos. (Mateus 5:43, 44) Por isso, concluem que em algum momento Deus mudou seu conceito e que hoje ele não aprova a guerra.
O que você acha? Será que Deus aprova a guerra? Em caso afirmativo, que lado ele toma nos conflitos em nossos dias? Encontrar as respostas a essas perguntas pode influenciar seu conceito sobre a guerra. Por exemplo, se você soubesse que Deus aprova a guerra e ainda apoia o mesmo lado que você, provavelmente você ficaria feliz com sua escolha, confiante de que seu lado venceria. Mas como se sentiria se soubesse que Deus apoia o outro lado do conflito? Possivelmente, você pensaria em mudar de lado.

Além disso, algo mais importante está em jogo. Saber qual é o conceito de Deus sobre a guerra pode influenciar o seu conceito sobre Deus. Se você está entre os milhões que foram profundamente afetados pela guerra, sem dúvida precisa saber a resposta às perguntas: Será que Deus, como alguns acreditam, é um sanguinário que aprova ou até mesmo incentiva guerras, que causam tanto sofrimento? Ou será que ele é indiferente em relação aos oprimidos?

Talvez você se surpreenda ao descobrir que a resposta da Bíblia é totalmente diferente dessas opiniões. Além disso, no decorrer da história até nossos dias, o conceito de Deus sobre a guerra tem sido o mesmo. Vamos ver o que a Bíblia diz sobre como Deus encarava as guerras nos tempos antigos, e também no primeiro século, quando Jesus esteve na Terra. Isso nos ajudará a ver como Deus encara a guerra hoje e a saber se a guerra fará parte do futuro da humanidade.

Fonte: http://www.jw.org/pt/publicacoes/revistas/wp20151101/o-que-biblia-diz-sobre-guerra/#?insight[search_id]=a2aa5113-f955-4612-96bf-479b643dec1c&insight[search_result_index]=0


O conceito de Deus sobre a guerra nos tempos antigos

O povo estava sendo oprimido. Eles oraram a Deus muitas vezes pedindo ajuda, mas essa ajuda não veio imediatamente. Esse povo era Israel, o povo de Deus no passado. O opressor era a poderosa nação do Egito. (Êxodo 1:13, 14) Durante anos, os israelitas esperaram Deus acabar com a tirania do Egito. Finalmente, chegou o tempo de Deus agir. (Êxodo 3:7-10) A Bíblia relata que ele guerreou pessoalmente contra os egípcios. Deus trouxe contra eles uma série de pragas devastadoras e, por fim, eliminou o rei do Egito e seu exército no mar Vermelho. (Salmo 136:15) Jeová Deus mostrou ser “um poderoso guerreiro” em favor do seu povo. — Êxodo 15:3, 4.

O fato de Deus guerrear contra os egípcios mostra que ele não se opõe a todo tipo de guerra. Em algumas situações, ele autorizou seu povo Israel a travar guerras. Por exemplo, ele ordenou que os israelitas guerreassem contra os cananeus, que eram extremamente perversos. (Deuteronômio 9:5; 20:17, 18) Também mandou Davi, o rei de Israel, guerrear contra os opressivos filisteus. Deus até mesmo deu a Davi uma estratégia de guerra que garantiria a vitória. — 2 Samuel 5:17-25.

Esses relatos bíblicos revelam que, dependendo da maldade e da opressão que ameaçavam os israelitas, Deus autorizava a guerra para proteger seu povo e preservar a adoração verdadeira. Mas observe três pontos importantes sobre essas guerras ordenadas por Deus.

1.    APENAS DEUS DETERMINAVA QUEM PARTICIPARIA NA GUERRA. Em certa ocasião, Deus disse aos israelitas: “Vocês não terão de lutar nesta batalha.” Por quê? O próprio Deus guerrearia em favor deles. (2 Crônicas 20:17; 32:7, 8) Ele fez isso muitas vezes, como no caso mencionado no início deste artigo. Em outros casos, Deus ordenou que seu povo no Israel antigo travasse guerras que ele aprovava, isto é, guerras que envolviam conquistar e defender a Terra Prometida. — Deuteronômio 7:1, 2; Josué 10:40.

2.    APENAS DEUS DETERMINAVA QUANDO UMA GUERRA ACONTECERIA. Os servos de Deus deviam esperar pacientemente o tempo determinado por Deus para lutar contra a opressão e a maldade em  volta deles. Até que esse tempo chegasse, não deviam decidir por conta própria começar uma guerra. Quando faziam isso, eles perdiam a aprovação de Deus. Na verdade, a Bíblia mostra que, quando os israelitas decidiam lutar numa guerra que não tinha sido autorizada por Deus, os resultados eram desastrosos. *

3.     

Embora tenha guerreado contra os cananeus, Deus poupou alguns, como Raabe e sua família

DEUS NÃO TEM PRAZER NA MORTE DOS HUMANOS, INCLUINDO DOS MAUS. Jeová Deus é a Fonte da vida e o Criador da humanidade. (Salmo 36:9) Por isso, ele não deseja que ninguém morra. Mas infelizmente existem pessoas perversas que oprimem e até mesmo matam outras pessoas. (Salmo 37:12, 14) Para impedir o avanço desse tipo de maldade, Deus às vezes autorizava guerras contra os perversos. Mesmo assim, durante o tempo em que ordenou que os israelitas travassem batalhas, ele foi “misericordioso” e “paciente” com os opressores de seu povo. (Salmo 86:15) Por exemplo, ele decretou que, antes de atacarem uma cidade, os israelitas deviam “anunciar termos de paz” para dar aos habitantes uma oportunidade de mudar de atitude e evitar a guerra. (Deuteronômio 20:10-13) Dessa forma, Deus mostrou que ‘não tem prazer na morte de quem é mau, mas sim em que a pessoa má mude seu caminho e continue viva’. — Ezequiel 33:11, 14-16. *

Conforme vimos, nos tempos antigos Deus encarava a guerra como um meio legítimo para acabar com várias formas de opressão e maldade. Mas era Deus — não os humanos — que, com razão, decidia quando uma guerra aconteceria e quem estaria envolvido nela. E será que Deus sentia prazer nessas guerras? Pelo contrário! Ele odeia a violência. (Salmo 11:5) Será que o ponto de vista de Deus sobre a guerra mudou quando seu Filho, Jesus Cristo, começou seu ministério no primeiro século?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-me por Email

Lições de vida

Cada dia em nossas vidas nos ensina lições que muitas vezes nem percebemos.
Desde o nosso primeiro piscar de olhos, desde cada momento em que a fome bate, desde cada palavra que falamos.
Passamos por inúmeras situações, na maioria delas somos protegidos, até que um dia a gente cresce e começamos a enfrentar o mundo sozinhos.
Escolher a profissão, ingressar numa faculdade, conseguir um emprego...Essas são tarefas que nem todos suportam com um sorriso no rosto ou nem todos fazem por vontade própria.
Cada um tem suas condições de vida e cada qual será recompensado pelo esforço, que não é em vão.Às vezes acontecem coisas que a gente nem acredita.
Às vezes, dá tudo, tudo errado!Você pensa que escolheu a profissão errada, que você mão consegue sair do lugar, ás vezes você sente que o mundo todo virou as costas...Parece que você caiu e não consegue levantar...Está a ponto de perder o ar...Talvez você descubra que quem dizia ser seu amigo, nunca foi seu amigo de verdade e talvez você passe a vida inteira tentando descobrir quem são seus inimigos e nunca chegue a uma conclusão.
Mas nem tudo pode dar errado ao mesmo tempo, desde que você não queira.E aí... Você pode mudar a sua vida!Se tiver vontade de jogar tudo pro alto, pense bem nas conseqüências, mas pense no bem que isso poderá proporcionar.Não procure a pessoa certa, porque no momento certo aparecerá.Você não pode procurar um amigo de verdade ou um amor como procura roupas de marca no shopping e nem mesmo encontra as qualidades que deseja como encontra nas cores e tecidos ou nas capas dos livros.Olhe menos para as vitrines, mas tente conhecer de perto o que está sendo exibido.
Eu poderia estar falando de moda, de surf, de tecnologia ou cultura, mas hoje, escolhi falar sobre a vida!Encontre um sentido para a sua vida, desde que você saiba guiá-la com sabedoria.Não deixe tudo nas mãos do destino, você nem sabe se o destino realmente existe...Faça acontecer e não espere que alguém resolva os seus problemas, nem fuja deles.Encare-os de frente. Aceite ajuda apenas de quem quer o seu bem, pois embora não possam resolver os seus problemas, quem quer o seu bem te dará toda a força necessária pra que você possa suportar e...Confie!
Entenda que a vida é bela, mas nem tanto...Mas você deve estar bem consigo mesmo pra que possa estar bem com a vida.Costumam dizer por aí que quem espera sempre alcança, mas percebi que quem alcança é quem corre atrás...Não importa a tua idade, nem o tamanho de seu sonho...A sua vida está em suas próprias mãos e só você sabe o que fazer com ela...Autor ( Lilian Roque de Oliveira )


twitter

Mapa