sábado, 4 de janeiro de 2014

A pessoa mesquinha

A mesquinhez é terrível, principalmente se vem travestida de "coitadinha". O mesquinho tem a alma pequena porque seu maior bem é o dinheiro. O mesquinho é limitado não vê para além da realidade embutida no noticiário das 20h e acha que sabe tudo. O mesquinho recusa mudar, porque a sua mudança depende de terceiros.

Depende do julgamento que outros fazem dele, por isso o mesquinho vive em pressão constante. Para ele a vida é difícil. O mesquinho está sempre sujeito às pressões e opiniões de terceiros sobre ele próprio. O mesquinho vive com medo. O mesquinho é no entanto uma pessoa muito "segura" de si, pelo menos é nisso que ele acredita piamente! 

Ao adaptar um estilo de vida "socialmente aceitável", o mesquinho vai vivendo dentro da "sua zona de conforto" e critica tudo o todos os que vivem fora dela. O mesquinho cansa-se de ouvir muito rapidamente, especialmente quando lhe falam de coisas que ele não compreende. 

O mesquinho nunca diz: "Não sei, explica-me como". O mesquinho acha-se uma pessoa sociável porque fala muito e eventualmente aqui e ali, ele encontra um conjunto de pessoas "limitadas", num contexto social "brejeiro" que o escutam e que lhe dão uma sensação de importância (falsa e momentânea). Ele não percebe que criticar, limitar o que não concorda ou não compreende, é tudo menos socializar e só contribui para a sua própria degradação como pessoa. 

O mesquinho evita interagir com pessoas cujo o conhecimento seja superior ao seu, isso incomoda-o. O mesquinho não é mau por natureza, ele apenas é... Mesquinho! Ele ignora por exemplo que, daqui a duzentos anos ou coisa que o válha, ninguém se lembrará mais do que ele fez ou disse, a não ser que (obviamente) ele faça algo grandioso, como "Alexandre o Grande ou Bonaparte". 

No entanto ele vive constantemente dependente  daquilo que pensam dele e transporta essa visão para os outros, limitando-os. E quando lhe falam em mudanças, o mesquinho ri-se em desdém... "Bhaa, mudanças, lá vem você com suas teorias".

E diz do alto do seu EGO de certezas inabaláveis! "Ahahaha, isso é tão estúpido, você pensar dessa forma!". O mesquinho não mede as opiniões dos outros. O mesquinho não comunica, impõe, critica e dá lições de moral, muitas lições de moral! Ele "compra guerras", muitas guerras, sem estas, ele não é nada. Ele quer "caos"! O mesquinho não aprende, porque acha que já sabe tudo, mesmo sem (muitas das vezes) ter saído do seu próprio bairro, ele refuta tudo dizendo. "Eu vi na televisão ou nos jornais, eu sei das coisas!!"

O mesquinho culpa toda a gente menos a ele próprio, se a sua situação de vida não lhe for favorável. A culpa jamais é dele, existe sempre um motivo exterior para...


No entanto o mesquinho falha em perceber que a verdadeiro conhecimento é aquele que vem de dentro. A verdadeira mudança é aquela que acontece de dentro para fora e não de fora para dentro. Não precisamos que os outros mudem para nós mudarmos. Somos nós que mudamos as nossas atitudes e com elas mudamos os outros. Se achar-mos o contrário, então estamos dependentes de outras pessoas para mudar a nossa realidade, o que quer dizer que entregamos o controle da nossa vida aos outros. 

Quero dizer, se renunciamos as responsabilidades, também renunciamos o controle sobre as nossas vidas. Renunciamos ao controle da nossa existência, pois se a culpa ou responsabilidade não é nossa, o controle da vida também não o é!

E isso é o que faz de nós pessoas mesquinhas. Portanto, assumir as rédeas da vida e assumir as responsabilidades pelos nossos actos (ou falta deles), faz de nós pessoas integras e autênticas e eleva-nos a outro nível. 

Como saber se somos mesquinhos? É fácil, basta perguntar a si mesmo o seguinte:

"Eu ajo desta forma porque me sinto desta forma, ou ajo desta forma para que os outros percebam que sou aquilo que eu não sou?"      Por: Sérgio Quintiliano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-me por Email

Lições de vida

Cada dia em nossas vidas nos ensina lições que muitas vezes nem percebemos.
Desde o nosso primeiro piscar de olhos, desde cada momento em que a fome bate, desde cada palavra que falamos.
Passamos por inúmeras situações, na maioria delas somos protegidos, até que um dia a gente cresce e começamos a enfrentar o mundo sozinhos.
Escolher a profissão, ingressar numa faculdade, conseguir um emprego...Essas são tarefas que nem todos suportam com um sorriso no rosto ou nem todos fazem por vontade própria.
Cada um tem suas condições de vida e cada qual será recompensado pelo esforço, que não é em vão.Às vezes acontecem coisas que a gente nem acredita.
Às vezes, dá tudo, tudo errado!Você pensa que escolheu a profissão errada, que você mão consegue sair do lugar, ás vezes você sente que o mundo todo virou as costas...Parece que você caiu e não consegue levantar...Está a ponto de perder o ar...Talvez você descubra que quem dizia ser seu amigo, nunca foi seu amigo de verdade e talvez você passe a vida inteira tentando descobrir quem são seus inimigos e nunca chegue a uma conclusão.
Mas nem tudo pode dar errado ao mesmo tempo, desde que você não queira.E aí... Você pode mudar a sua vida!Se tiver vontade de jogar tudo pro alto, pense bem nas conseqüências, mas pense no bem que isso poderá proporcionar.Não procure a pessoa certa, porque no momento certo aparecerá.Você não pode procurar um amigo de verdade ou um amor como procura roupas de marca no shopping e nem mesmo encontra as qualidades que deseja como encontra nas cores e tecidos ou nas capas dos livros.Olhe menos para as vitrines, mas tente conhecer de perto o que está sendo exibido.
Eu poderia estar falando de moda, de surf, de tecnologia ou cultura, mas hoje, escolhi falar sobre a vida!Encontre um sentido para a sua vida, desde que você saiba guiá-la com sabedoria.Não deixe tudo nas mãos do destino, você nem sabe se o destino realmente existe...Faça acontecer e não espere que alguém resolva os seus problemas, nem fuja deles.Encare-os de frente. Aceite ajuda apenas de quem quer o seu bem, pois embora não possam resolver os seus problemas, quem quer o seu bem te dará toda a força necessária pra que você possa suportar e...Confie!
Entenda que a vida é bela, mas nem tanto...Mas você deve estar bem consigo mesmo pra que possa estar bem com a vida.Costumam dizer por aí que quem espera sempre alcança, mas percebi que quem alcança é quem corre atrás...Não importa a tua idade, nem o tamanho de seu sonho...A sua vida está em suas próprias mãos e só você sabe o que fazer com ela...Autor ( Lilian Roque de Oliveira )


twitter

Mapa