sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

O que é o pão da vergonha


Já falamos da importância de transformar nossa natureza reativa em proativa. Mas essa é uma tarefa bastante difícil. Por quê então a Luz simplesmente não nos imbuiu desta habilidade de transformar nossa natureza de imediato, sem nenhum esforço? Pergunte a qualquer pessoa qual o objetivo de qualquer time esportivo e 10 entre 10 pessoas dirão que o objetivo é vencer. Se você jogasse em um time, qual seria seu objetivo? Vencer! Afinal, não é isso que todos os times e atletas, amadores ou profissionais desejam? Nem tanto. Talvez o que desejemos de uma partida seja o desafio a possibilidade de perder. Para que possamos compreender melhor, vamos ilustrar com uma estória simples: Bobby é um garoto que faz parte de um time de baseball. Seu maior desejo é ser o lançador num fantástico jogo, e deixar seu pai e sua mãe orgulhosos. Bobby recebe esta chance logo no primeiro jogo, quando seu técnico o escala para ser o lançador da partida. Ele atira muito bem e vai eliminando os batedores um a um. Quando elimina o último batedor, todos os seus companheiros de time correm para ele, levantam-no nos ombros e correm por todo o campo. Bobby fixa os olhos em sua família que está sorrindo e acenando para ele das arquibancadas. A sensação de vitória e os sentimentos de alegria do garoto são indescritíveis. Mas depois do jogo, Bobby descobre algo chocante. O pai de Bobby, sabendo do desejo do menino, queria que ele realmente tivesse essa sensação de realização porque era dia de seu aniversário. Então seu pai havia combinado com os técnicos e jogadores dos dois times para que entregassem o jogo para Bobby. Em outras palavras, o jogo estava arranjado. Todos os garotos erraram de propósito e todos os componentes dos dois times sabiam a respeito. Agora, sabendo disso, como você acha que Bobby se sentiu?
A Kabbalah chama esse sentimento de Pão de Vergonha.
E eis aí a nossa resposta : se a Luz simplesmente nos desse, Receptores que somos, a habilidade de transformar nossa natureza sem nenhum esforço de nossa parte, nós nunca iríamos nos sentir genuinamente envolvidos ou felizes. Não teríamos realmente merecido a Luz. Sentiríamos o Pão da Vergonha porque a Luz compartilhou livremente, nos preenchendo com uma infinita realização não merecida e não mais apreciada. Por essa razão, o Receptor pediu por um desafio, uma barreira que o impedisse de receber a Luz Infinita incondicionalmente. Assim como o jogo de baseball, o Jogo da Vida também tem que ter seus desafios. São esses desafios que fazem aflorar em nós as nossas melhores habilidades. O grande desafio é transformar nossa natureza, eliminando o Pão da Vergonha para, aí sim, recebermos a alegria e realização infinitas.
Rabino Joseph Saltoun

Um comentário:

Siga-me por Email

Lições de vida

Cada dia em nossas vidas nos ensina lições que muitas vezes nem percebemos.
Desde o nosso primeiro piscar de olhos, desde cada momento em que a fome bate, desde cada palavra que falamos.
Passamos por inúmeras situações, na maioria delas somos protegidos, até que um dia a gente cresce e começamos a enfrentar o mundo sozinhos.
Escolher a profissão, ingressar numa faculdade, conseguir um emprego...Essas são tarefas que nem todos suportam com um sorriso no rosto ou nem todos fazem por vontade própria.
Cada um tem suas condições de vida e cada qual será recompensado pelo esforço, que não é em vão.Às vezes acontecem coisas que a gente nem acredita.
Às vezes, dá tudo, tudo errado!Você pensa que escolheu a profissão errada, que você mão consegue sair do lugar, ás vezes você sente que o mundo todo virou as costas...Parece que você caiu e não consegue levantar...Está a ponto de perder o ar...Talvez você descubra que quem dizia ser seu amigo, nunca foi seu amigo de verdade e talvez você passe a vida inteira tentando descobrir quem são seus inimigos e nunca chegue a uma conclusão.
Mas nem tudo pode dar errado ao mesmo tempo, desde que você não queira.E aí... Você pode mudar a sua vida!Se tiver vontade de jogar tudo pro alto, pense bem nas conseqüências, mas pense no bem que isso poderá proporcionar.Não procure a pessoa certa, porque no momento certo aparecerá.Você não pode procurar um amigo de verdade ou um amor como procura roupas de marca no shopping e nem mesmo encontra as qualidades que deseja como encontra nas cores e tecidos ou nas capas dos livros.Olhe menos para as vitrines, mas tente conhecer de perto o que está sendo exibido.
Eu poderia estar falando de moda, de surf, de tecnologia ou cultura, mas hoje, escolhi falar sobre a vida!Encontre um sentido para a sua vida, desde que você saiba guiá-la com sabedoria.Não deixe tudo nas mãos do destino, você nem sabe se o destino realmente existe...Faça acontecer e não espere que alguém resolva os seus problemas, nem fuja deles.Encare-os de frente. Aceite ajuda apenas de quem quer o seu bem, pois embora não possam resolver os seus problemas, quem quer o seu bem te dará toda a força necessária pra que você possa suportar e...Confie!
Entenda que a vida é bela, mas nem tanto...Mas você deve estar bem consigo mesmo pra que possa estar bem com a vida.Costumam dizer por aí que quem espera sempre alcança, mas percebi que quem alcança é quem corre atrás...Não importa a tua idade, nem o tamanho de seu sonho...A sua vida está em suas próprias mãos e só você sabe o que fazer com ela...Autor ( Lilian Roque de Oliveira )


twitter

Mapa