sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Como controlar a raiva: 5 passos para não explodir


Passo 1: Admita a raiva

Esse primeiro passo parece até meio bobo, pois é muito fácil saber que está com raiva não é? Nem tanto, não é sempre fácil admitir que se estamos irritados, e pior se alguém diz: “você está bravo” ficamos ainda mais nervosos. Isso por que apreendemos que a raiva ou ira é um sentimento muito ruim, e que devemos sempre nos controlar. No entanto enquanto você não admite que está com raiva vai tomar as decisões mais precipitadas das quais irá se arrepender depois. O ideal é que você admita conscientemente: “Estou nervoso, o que é que vou fazer agora?”. Esse simples fato já faz com que você pense melhor, mas vamos prosseguir com as outras atitudes.

Passo 2: Segurando a explosão
A raiva em si já pode ser muito destrutiva, mas o pior é que quando estamos dominados por ela agimos impulsivamente, falamos o que devíamos, magoamos as pessoas que amamos, nos envolvemos em brigas e até destruímos coisas de valor. Por isso, torna-se imprescindível que você aprenda a controlar os acessos de raiva. Existem alguns exercícios que servem para tirar um ideia ou pensamento do campo consciente da mente, eles induzem a calma e o relaxamento por alguns estantes:
Exercícios de distração e relaxamento
Passo 3: Identificando o motivo da raiva
Após fazer os exercícios de relaxamento, você vai ter alguns minutos até a raiva voltar (eles são bons, mas não fazem milagres). Nesse meio tempo faça uma reflexão sobre o que está te deixando zangado. Em primeiro momento parece uma resposta simples: “estou nervoso com a minha mulher” ou “estou bravo com o meu filho”. Mas a questão é o que exatamente essa pessoa fez para te deixar com raiva?
• Foi o que ela falou
• O modo como te olhou
• Jeito como lhe respondeu
Analise em que momento exatamente a raiva te dominou e que sensação ou emoção esse comportamento te trouxe. A raiva é simplesmente uma manifestação de agressividade, uma forma de ataque e atacamos justamente por nos sentirmos ameaçados. Desse modo, alguma coisa fez você sentir-se ameaçado ou agredido e por isso a raiva surgiu como forma de defesa. Em geral as sensações de agressão e ameaça surgem quando:
Ø Sentimos-nos desafiados
Ø Menosprezados
Ø Quando não reconhecem nosso trabalho
Ø Nos sentimos usados
Ø Humilhados
Ø Agredidos física ou verbalmente
Em muitos casos a pessoa que nos ofendeu não tinha essa intenção e foi exatamente nossa interpretação errada da realidade (erros cognitivos) que fez com que acreditássemos que o outro estava nos agredindo.

De onde realmente vem a sua raiva?
Já parou para pensar que talvez esteja descontando a sua raiva na pessoa errada? Estar estressado com o trabalho ou com problemas pessoais pode estar te deixando muito tenso, uma bomba relógio que explode na frente dos mais incautos. Outro fator significante são os conflitos internos, por exemplo: uma pessoa com baixa autoestima, frequentemente vê nas atitudes dos outros a intenção de humilhá-lo, menospreza-lo ou ainda usa-lo. Em ambos os casos ninguém tem culpa dos seus problemas, é você quem deve resolvê-los.

Passo 4: Analisar outras opções
Sempre podemos fazer escolhas, é bem verdade que às vezes todas as opções são ruins, mas ai entra em critério escolher a “menos pior”. Cabe lembrar que cada escolha que tomamos carrega consigo uma determinada conseqüência. Se o meu patrão foi grosso e injusto comigo eu posso:
a) Bater nele – e ser demitido e preso
b) Xinga-lo – e ser apenas demitido
c) Ser grosso com ele também – e sofrer punições posteriores
d) Fazer de conta de que nada aconteceu – e ficar ressentido por dentro
e) Argumentar com lógica e bom e senso – e faze-lo mudar de atitude
É claro que as consequências dependeram também das escolhas do patrão, aqui estou somente tentando dar um exemplo.

Passo 5:Tomar uma atitude coerente
Depois de se acalmar, entender o motivo da sua raiva, analisar as suas opções e prever as consequências delas, chegou a hora de escolher como agir. Se você seguiu esses passos é provável que já tenha controlado a sua raiva, se não experimente fazer outro exercício de relaxamento antes de prosseguir. Não há muito que orientar nessa etapa, pois a escolha é algo pessoal. Mas lembre-se faça aquilo que é mais coerente para você. Os artigos Resolvendo seus problemas e Aprenda a se livrar dos pensamentos ruins podem te ajudar
Fonte:
http://www.psicologosp.com/2012/09/controlando-raiva-em-4-passos.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-me por Email

Lições de vida

Cada dia em nossas vidas nos ensina lições que muitas vezes nem percebemos.
Desde o nosso primeiro piscar de olhos, desde cada momento em que a fome bate, desde cada palavra que falamos.
Passamos por inúmeras situações, na maioria delas somos protegidos, até que um dia a gente cresce e começamos a enfrentar o mundo sozinhos.
Escolher a profissão, ingressar numa faculdade, conseguir um emprego...Essas são tarefas que nem todos suportam com um sorriso no rosto ou nem todos fazem por vontade própria.
Cada um tem suas condições de vida e cada qual será recompensado pelo esforço, que não é em vão.Às vezes acontecem coisas que a gente nem acredita.
Às vezes, dá tudo, tudo errado!Você pensa que escolheu a profissão errada, que você mão consegue sair do lugar, ás vezes você sente que o mundo todo virou as costas...Parece que você caiu e não consegue levantar...Está a ponto de perder o ar...Talvez você descubra que quem dizia ser seu amigo, nunca foi seu amigo de verdade e talvez você passe a vida inteira tentando descobrir quem são seus inimigos e nunca chegue a uma conclusão.
Mas nem tudo pode dar errado ao mesmo tempo, desde que você não queira.E aí... Você pode mudar a sua vida!Se tiver vontade de jogar tudo pro alto, pense bem nas conseqüências, mas pense no bem que isso poderá proporcionar.Não procure a pessoa certa, porque no momento certo aparecerá.Você não pode procurar um amigo de verdade ou um amor como procura roupas de marca no shopping e nem mesmo encontra as qualidades que deseja como encontra nas cores e tecidos ou nas capas dos livros.Olhe menos para as vitrines, mas tente conhecer de perto o que está sendo exibido.
Eu poderia estar falando de moda, de surf, de tecnologia ou cultura, mas hoje, escolhi falar sobre a vida!Encontre um sentido para a sua vida, desde que você saiba guiá-la com sabedoria.Não deixe tudo nas mãos do destino, você nem sabe se o destino realmente existe...Faça acontecer e não espere que alguém resolva os seus problemas, nem fuja deles.Encare-os de frente. Aceite ajuda apenas de quem quer o seu bem, pois embora não possam resolver os seus problemas, quem quer o seu bem te dará toda a força necessária pra que você possa suportar e...Confie!
Entenda que a vida é bela, mas nem tanto...Mas você deve estar bem consigo mesmo pra que possa estar bem com a vida.Costumam dizer por aí que quem espera sempre alcança, mas percebi que quem alcança é quem corre atrás...Não importa a tua idade, nem o tamanho de seu sonho...A sua vida está em suas próprias mãos e só você sabe o que fazer com ela...Autor ( Lilian Roque de Oliveira )


twitter

Mapa