sábado, 14 de setembro de 2013

O espelho: ver o seu defeito refletido no outro incomoda demais...

Acho que a maioria das pessoas já ouviu dizer que quando temos algo que não aceitamos em nós e vemos esse defeito em outra pessoa, isso nos causa um incômodo intenso. E muitas pessoas vão externar esse incômodo atacando o outro, criticando, julgando. 
Há quem fale até que tudo, absolutamente tudo, que você não gosta em outra pessoa, tudo que você critica, é exatamente um defeito que você tem. O outro é apenas um espelho seu, refletindo o que você não gosta em si mesmo. 
Esse é um ponto de vista interessante. Acredito que a necessidade de criticar e julgar o outro nem sempre é porque carregamos o mesmo defeito, mas certamente está diretamente ligado a questões de autoestima. Já escrevi um texto que fala sobre “O que nos leva a falar mal dos outros”: http://www.eftbr.com.br/mostra_artigo.php?idconteudo=63&idsecao=1 
A necessidade de se elevar, de se sentir superior levando a uma irresistível vontade de falar dos defeitos alheios como se disséssemos “eu sou melhor do que fulano que tem tal defeito”. 
Quero também dizer que quando eu escrevo esses textos e falo sobre esses temas, me baseio em análises que faço do meu próprio comportamento, dos meus defeitos e não só de defeitos de clientes e outras pessoas. Algumas pessoas leem o que eu escrevo e, às vezes, têm a impressão de que tenho algo de mais elevado ou “espiritualizado” por enxergar essas coisas. Impressão equivocada... 
Mas vamos voltar à teoria do espelho. Certamente é verdade que quando vemos o nosso defeito no outro, o incômodo é grande. Ainda mais quando esse defeito está semiconsciente ou inconsciente; ou quando é algum defeito que tentamos reprimir, mas que no nosso íntimo está latente. Hmm... quando vemos no outro, sentimos raiva, vontade de falar mal, pensamentos de julgamento vêm à tona. Algumas pessoas expressam, outras não. 
Vemos uma pessoa muito julgadora e aí falamos: “fulano é muito crítico, muito julgador”. E o que estamos fazendo ao fazer esse comentário? Julgando e criticando exatamente o defeito que apontamos no outro. 
O que não gostamos no outro, certamente, revela coisas muito importantes a nosso respeito. Sempre que estou aplicando terapia de EFT em alguém, pergunto ao cliente quem são as pessoas que mais o incomodam. Nossa! Como surge material para trabalhar que revela defeitos do cliente que ele não aceita, além de várias outras questões de autoestima. 
O interessante é que alguns clientes falam: “mas eu não quero falar de fulano, ou tratar fulano na terapia”. Sentem como se fosse uma perda de tempo. Estão pagando para “tratar” de outra pessoa. Mas o que sempre explico é que falar do outro é falar de si mesmo. Você está, na verdade, falando dos sentimentos que VOCÊ sente ao falar do outro. Então, estamos tratando 100% você e não a outra pessoa. 
Tive um exemplo assim recentemente. A cliente falava sempre da sogra: “ela é julgadora, desdenha dos outros, acha que sabe tudo etc.” Ela tinha resistência em falar dela durante a sessão de EFT, pois sempre dizia sentir como se perdesse tempo, que não valia a pena “falar dela”. 
Depois de tratarmos a raiva em várias sessões, ela mesma chegou à conclusão e falou: “nossa! Tudo isso sou eu quem carrega. Eu sou julgadora, eu desdenho, eu acho que sei de tudo...”. Ficou bem claro e consciente, portanto, teve um efeito terapêutico excelente. 
E como é difícil lidar com pessoas difíceis. E como é difícil lidar com a crítica. Essas situações e pessoas trazem à tona nossos defeitos mais profundos, por isso é tão importante dar atenção ao que você sente ao lidar com essas situações. Se você sentiu algo de negativo, se você se incomodou, então o problema é seu e não do outro (mesmo que a pessoa tenha criticado você ou tenha sido desagradável). Aí você revida e o outro se sente incomodado – também é problema na autoestima dele, por isso que se incomodou. 
 
fonte:http://www.eftbr.com.br/artigo.asp?i=189

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-me por Email

Lições de vida

Cada dia em nossas vidas nos ensina lições que muitas vezes nem percebemos.
Desde o nosso primeiro piscar de olhos, desde cada momento em que a fome bate, desde cada palavra que falamos.
Passamos por inúmeras situações, na maioria delas somos protegidos, até que um dia a gente cresce e começamos a enfrentar o mundo sozinhos.
Escolher a profissão, ingressar numa faculdade, conseguir um emprego...Essas são tarefas que nem todos suportam com um sorriso no rosto ou nem todos fazem por vontade própria.
Cada um tem suas condições de vida e cada qual será recompensado pelo esforço, que não é em vão.Às vezes acontecem coisas que a gente nem acredita.
Às vezes, dá tudo, tudo errado!Você pensa que escolheu a profissão errada, que você mão consegue sair do lugar, ás vezes você sente que o mundo todo virou as costas...Parece que você caiu e não consegue levantar...Está a ponto de perder o ar...Talvez você descubra que quem dizia ser seu amigo, nunca foi seu amigo de verdade e talvez você passe a vida inteira tentando descobrir quem são seus inimigos e nunca chegue a uma conclusão.
Mas nem tudo pode dar errado ao mesmo tempo, desde que você não queira.E aí... Você pode mudar a sua vida!Se tiver vontade de jogar tudo pro alto, pense bem nas conseqüências, mas pense no bem que isso poderá proporcionar.Não procure a pessoa certa, porque no momento certo aparecerá.Você não pode procurar um amigo de verdade ou um amor como procura roupas de marca no shopping e nem mesmo encontra as qualidades que deseja como encontra nas cores e tecidos ou nas capas dos livros.Olhe menos para as vitrines, mas tente conhecer de perto o que está sendo exibido.
Eu poderia estar falando de moda, de surf, de tecnologia ou cultura, mas hoje, escolhi falar sobre a vida!Encontre um sentido para a sua vida, desde que você saiba guiá-la com sabedoria.Não deixe tudo nas mãos do destino, você nem sabe se o destino realmente existe...Faça acontecer e não espere que alguém resolva os seus problemas, nem fuja deles.Encare-os de frente. Aceite ajuda apenas de quem quer o seu bem, pois embora não possam resolver os seus problemas, quem quer o seu bem te dará toda a força necessária pra que você possa suportar e...Confie!
Entenda que a vida é bela, mas nem tanto...Mas você deve estar bem consigo mesmo pra que possa estar bem com a vida.Costumam dizer por aí que quem espera sempre alcança, mas percebi que quem alcança é quem corre atrás...Não importa a tua idade, nem o tamanho de seu sonho...A sua vida está em suas próprias mãos e só você sabe o que fazer com ela...Autor ( Lilian Roque de Oliveira )


twitter

Mapa