terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Solução para fome está nas zonas rurais dos países pobres, indica FAO

Genebra (EFE).- Três quartos dos 925 milhões de pessoas que passam fome no mundo vivem em zonas rurais de países pobres e em desenvolvimento, e melhorar sua capacidade de produção e acesso aos alimentos é a solução para combater esse problema, afirmou nesta quarta-feira o diretor-geral da FAO, José Graziano."São produtores pobres, com as menores taxas de produtividade. Temos que considerar isso para encontrar a resposta ao problema da fome", disse Graziano em uma conferência organizada pela revista "The Economist" para discutir a capacidade do mundo para alimentar 9 milhões de pessoas em 2050.Graziano disse que é preciso ampliar a produção e melhorar a distribuição e o fornecimento "onde é mais necessário, nos países em desenvolvimento, e combiná-lo com medidas que promovam o acesso das pessoas mais necessitadas aos alimentos".

O diretor-geral da FAO defendeu ainda o aumento da relação entre a produção local e o consumo por meio de programas que troquem dinheiro por trabalho e promovam transferências de recursos.Essas medidas, argumentou Graziano, "não apenas aumentam a capacidade de recuperação das famílias, mas favorecem a produção e os mercados locais ao traduzir suas necessidades alimentares em um estímulo ao consumo".Graziano lembrou que atualmente o alimento disponível para cada pessoa é 40% superior ao que era em 1945, apesar da população ter aumentado desde então em 4,5 bilhões de pessoas, algo que não gerou uma divisão equilibrada."A evidência de nosso fracasso coletivo é que quase 1 bilhão de pessoas estão desnutridas e que mais de 1 bilhão têm sobrepeso ou são obesas", destacou.O diretor explicou que se o acesso aos alimentos não for melhorado no âmbito local, "haverá risco de em 2050 o mundo ter comida suficiente para todos, mas ter milhões de pessoas desnutridas".

"Muito parecido com hoje", comparou Graziano."Mesmo se ampliarmos nossa produção agrícola em 60% nos próximos 40 anos, a porcentagem de desnutridos nos países em desenvolvimento estará em torno de 4% em 2050, ou seja, haverá 300 milhões de pessoas insuficientemente alimentadas", acrescentou."A pergunta não é se poderemos alimentar a população mundial em 2050, mas como fazer isso", já que existem os recursos e a capacidade - "hoje e nas próximas quatro décadas" - para garantir a segurança alimentar da população mundial, declarou o diretor-geral da FAO.Graziano também chamou a atenção para o desperdício de comida, já que atualmente um terço dos alimentos produzidos é jogado fora, principalmente nos países desenvolvidos.

O desperdício per capita dos consumidores da Europa e da América do Norte está entre 95 e 115 quilos por ano, enquanto na África Subsaariana e no sul e no Sudeste Asiático a média anual de comida jogada fora está entre 6 e 11 quilos per capita."Se reduzíssemos o desperdício e a perda de alimentos em torno de 25%, teríamos comida adicional para 500 milhões de pessoas por ano sem ter que produzir mais", destacou Graziano.
fonte:br.noticias.yahoo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-me por Email

Lições de vida

Cada dia em nossas vidas nos ensina lições que muitas vezes nem percebemos.
Desde o nosso primeiro piscar de olhos, desde cada momento em que a fome bate, desde cada palavra que falamos.
Passamos por inúmeras situações, na maioria delas somos protegidos, até que um dia a gente cresce e começamos a enfrentar o mundo sozinhos.
Escolher a profissão, ingressar numa faculdade, conseguir um emprego...Essas são tarefas que nem todos suportam com um sorriso no rosto ou nem todos fazem por vontade própria.
Cada um tem suas condições de vida e cada qual será recompensado pelo esforço, que não é em vão.Às vezes acontecem coisas que a gente nem acredita.
Às vezes, dá tudo, tudo errado!Você pensa que escolheu a profissão errada, que você mão consegue sair do lugar, ás vezes você sente que o mundo todo virou as costas...Parece que você caiu e não consegue levantar...Está a ponto de perder o ar...Talvez você descubra que quem dizia ser seu amigo, nunca foi seu amigo de verdade e talvez você passe a vida inteira tentando descobrir quem são seus inimigos e nunca chegue a uma conclusão.
Mas nem tudo pode dar errado ao mesmo tempo, desde que você não queira.E aí... Você pode mudar a sua vida!Se tiver vontade de jogar tudo pro alto, pense bem nas conseqüências, mas pense no bem que isso poderá proporcionar.Não procure a pessoa certa, porque no momento certo aparecerá.Você não pode procurar um amigo de verdade ou um amor como procura roupas de marca no shopping e nem mesmo encontra as qualidades que deseja como encontra nas cores e tecidos ou nas capas dos livros.Olhe menos para as vitrines, mas tente conhecer de perto o que está sendo exibido.
Eu poderia estar falando de moda, de surf, de tecnologia ou cultura, mas hoje, escolhi falar sobre a vida!Encontre um sentido para a sua vida, desde que você saiba guiá-la com sabedoria.Não deixe tudo nas mãos do destino, você nem sabe se o destino realmente existe...Faça acontecer e não espere que alguém resolva os seus problemas, nem fuja deles.Encare-os de frente. Aceite ajuda apenas de quem quer o seu bem, pois embora não possam resolver os seus problemas, quem quer o seu bem te dará toda a força necessária pra que você possa suportar e...Confie!
Entenda que a vida é bela, mas nem tanto...Mas você deve estar bem consigo mesmo pra que possa estar bem com a vida.Costumam dizer por aí que quem espera sempre alcança, mas percebi que quem alcança é quem corre atrás...Não importa a tua idade, nem o tamanho de seu sonho...A sua vida está em suas próprias mãos e só você sabe o que fazer com ela...Autor ( Lilian Roque de Oliveira )


twitter

Mapa