quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Os donos do Brasil

Quem são os donos do Brasil? Poderia dizer, citando a canção Donos do Brasil, do novo disco do cantor Fagner, composta por ele em parceria com Nonato Luís e Paulinho Tapajós, que os Carijós, Maués, Guarás, Carajás, Cariris, Parecis, Tupinambás, Bororós, Guaranis, Guaraçás e Arauás, habitaram num Brasil remoto. Faz tempo que esta terra não é mais deles. Lembrar das tribos, significa imaginar um remoto país, dos antigos livros de história, antes dos portugueses...

De lá pra cá, os nossos Cariris metamorfosearam-se e passaram a ocupar as favelas, ruas e viadutos das grandes cidades. Foram excluídos, exterminados. Habitam a maior parte do Brasil, constroem por linhas indefinidas, o futuro do país. Estão nas estradas, dormindo mal, transportando a riqueza nacional, com qualidade de vida de países africanos, votando no político mais populista, sonhando com dias melhores. Ainda são donos do Brasil, pois estão nas ruas, nos espaços existentes, promovendo parte da violência civil cotidianizada.

Os donos do Brasil são os que se apropriam de parte importante do nosso PIB. São multinacionais, que produzem quase tudo que consumimos, enviando renda para o exterior, na forma de lucros, royalties, juros, entre outros. São eles que utilizam os dólares obtidos com o superávit na balança comercial (que tende a ultrapassar os US$ 30 bilhões este ano), para realizarem seus investimentos. São eles que dominam quase sozinhos setores a exemplo de telefonia, material de construção, energia, bens de consumo duráveis, entre outros, mantendo margens de lucros elevadas.

Outros, sobrevivem com as taxas de juros absurdas por aqui praticadas. São sócios do capital financeiro, especulam nas bolsas de valores e com os títulos de uma dívida perversa. São parasitários: ao somar a situação final dos participantes do jogo, se vê que lucram, em detrimento do orçamento público em saúde, educação e segurança. No ano passado, o governo utilizou R$ 112 bilhões com o pagamento de juros da dívida, o que significou mais de cinco vezes o orçamento do Sistema Único de Saúde!

Alguns outros, invadem a telinha da minha tv, para prometerem o céu aqui na terra, caso sejam eleitos. Fazem negociatas, se apropriam, enriquecem ilicitamente e sempre terminam beneficiando a si e aos seus familiares. Prometem amor e competência, mas mascaram relações sociais perversas: falam de povo, como se a sociedade fosse única, pacífica e não dividida por interesses e grupos diferenciados. Eles estão em Brasília, Fortaleza, Campina, São Paulo e em todos os lugares. São gentis, benevolentes, beneméritos, sorridentes, amigos de infância, adivinham o que eu quero antes que eu mesmo tenha consciência do que é bom pra mim.

Cresci ouvindo falar de que o Brasil é o país do futuro, “futuro que insiste em não vir por aqui”, segundo uma belíssima música de Toquinho. Para muitos, o futuro já chegou: é resultado da divisão injusta da nossa riqueza, resultando em alguns sorridentes e outros desdentados. Se existirá um futuro melhor para nós, atuais Cariris e Bororós, será apenas se tivermos um país voltado para a nossa qualidade de vida. Ou, nem preciso ir muito longe, a ponto de propor revoluções: que tal, um SUS que funcione de fato, uma educação pública de qualidade, apenas para começar? Aí sim, os donos do Brasil serão outros.
fonte:http://www.algosobre.com.br/economia/os-donos-do-brasil.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-me por Email

Lições de vida

Cada dia em nossas vidas nos ensina lições que muitas vezes nem percebemos.
Desde o nosso primeiro piscar de olhos, desde cada momento em que a fome bate, desde cada palavra que falamos.
Passamos por inúmeras situações, na maioria delas somos protegidos, até que um dia a gente cresce e começamos a enfrentar o mundo sozinhos.
Escolher a profissão, ingressar numa faculdade, conseguir um emprego...Essas são tarefas que nem todos suportam com um sorriso no rosto ou nem todos fazem por vontade própria.
Cada um tem suas condições de vida e cada qual será recompensado pelo esforço, que não é em vão.Às vezes acontecem coisas que a gente nem acredita.
Às vezes, dá tudo, tudo errado!Você pensa que escolheu a profissão errada, que você mão consegue sair do lugar, ás vezes você sente que o mundo todo virou as costas...Parece que você caiu e não consegue levantar...Está a ponto de perder o ar...Talvez você descubra que quem dizia ser seu amigo, nunca foi seu amigo de verdade e talvez você passe a vida inteira tentando descobrir quem são seus inimigos e nunca chegue a uma conclusão.
Mas nem tudo pode dar errado ao mesmo tempo, desde que você não queira.E aí... Você pode mudar a sua vida!Se tiver vontade de jogar tudo pro alto, pense bem nas conseqüências, mas pense no bem que isso poderá proporcionar.Não procure a pessoa certa, porque no momento certo aparecerá.Você não pode procurar um amigo de verdade ou um amor como procura roupas de marca no shopping e nem mesmo encontra as qualidades que deseja como encontra nas cores e tecidos ou nas capas dos livros.Olhe menos para as vitrines, mas tente conhecer de perto o que está sendo exibido.
Eu poderia estar falando de moda, de surf, de tecnologia ou cultura, mas hoje, escolhi falar sobre a vida!Encontre um sentido para a sua vida, desde que você saiba guiá-la com sabedoria.Não deixe tudo nas mãos do destino, você nem sabe se o destino realmente existe...Faça acontecer e não espere que alguém resolva os seus problemas, nem fuja deles.Encare-os de frente. Aceite ajuda apenas de quem quer o seu bem, pois embora não possam resolver os seus problemas, quem quer o seu bem te dará toda a força necessária pra que você possa suportar e...Confie!
Entenda que a vida é bela, mas nem tanto...Mas você deve estar bem consigo mesmo pra que possa estar bem com a vida.Costumam dizer por aí que quem espera sempre alcança, mas percebi que quem alcança é quem corre atrás...Não importa a tua idade, nem o tamanho de seu sonho...A sua vida está em suas próprias mãos e só você sabe o que fazer com ela...Autor ( Lilian Roque de Oliveira )


twitter

Mapa